segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

A retórica de Obama

Hoje é vespera de uma data que promete ficar marcada para a História.
Amanhã a cidade de Washington será olhada pelo o mundo inteiro, pois tomará posse o primeiro negro a se tornar presidente dos Estados Unidos da América.
Mas o propósito dessa postagem não é apenas ir na onda da "Obamania", mas lembrar que Obama é um dos melhores oradores que até hoje já vi na minha vida, não tem como não ficar comovido ao escutar ou ler os discursos desse homem. Muitos podem criticar Obama, ou simplesmente dizer que ele é um rostinho bonito e que sua campanha foi puro marketing, mas quando o assunto são suas falas e seus discursos, aí não há críticas, porque Obama sabe utilizar seu poder de retórica e consegue conquistar a todos, não é a toa que ele conta com 79% de aprovação junto aos estadunidenses, além de uma grande parcela do mundo. No Quênia Obama virou até inspiração para as músicas locais.
Abaixo a foto no dia em que Obama discursou para mais de 200 mil pessoas em Berlim no dia 24 de julho de 2008.


Quer ler o discurso? Vale a pena viu!

clique em: Discurso de Berlim

Obama até agora sempre escreveu seus discursos, mas sempre foi assessorado por uma equipe de redatores, comandado por um jovem de 27 anos, e que hoje tem a confiança de Obama para fazer o que quer.
Jon Favreau, na campanha de 2004 era um modesto assessor de John Kerry. Com a perda de Kerry, Jon foi trabalhar com um certo Senador negro de Illinois que tinha objetivos altos. Feita a parceria, Obama e Favreau empenharam-se na campanha vitoriosa à Casa Branca.

Jon Favreau


Dupla dinâmica: Favreau e Obama


Deni Rogê!

2 comentários:

blogdocatarino.com disse...

O Obama é uma grande expectativa para o povo americano e para os outros países também.
Vim agradecer sua visita e comentário feito no meu blog.

Amilton - www.interamil.net disse...

Obama é uma grande esperança para todos - em especial para o povo americano! Particularmente, torci muito pelo Obama. Cheguei a me cadastrar no site ofial dele para participar das discussões. Fiquei muito contente por ter saído vitorioso!

Confesso que fiquei com medo do Bush aprontar algo da mesma forma que fez quando disputou a presidência com Al Gore. Escrevi até um post sobre isso.

Abs,
Amilton.
interamil.net